A+ A A-
04 Abr

Aracaju terá um novo aeroporto

Avalie este item
(1 Votar)

novo-aeroporto-aracaju-santa-maria

O Governo de Sergipe, juntamente com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), assinaram na tarde da última quarta-feira, 27.03, o Termo de Cooperação Técnica para a construção do novo terminal de passageiros do Aeroporto Santa Maria, em Aracaju.

De acordo com o projeto arquitetônico do novo aeroporto as riquezas naturais do estado de Sergipe estarão presentes em sua estrutura e a capacidade do novo terminal poderá chegar a 4 milhões de passageiros por ano.

O terminal passará a ter 36400 metros quadrados e um estacionamento com cerca de 1600 vagas para veículos. Serão mais de 360 milhões de reais destinados a ampliação do aeroporto e a obra, que está prevista para iniciar em novembro deste ano, possui o prazo de conclusão de 24 meses, com o término previsto para o final de outubro de 2015.

Para o Governador de Sergipe, Marcelo Déda, este projeto mudará a face do Estado e se integra a nova fase do turismo de Sergipe. "Este é um passo extremamente significativo para o estado, uma obra para que Sergipe fortaleça e amplie sua vocação para o turismo e que será estratégica não apenas para os sergipanos, mas para todo o país", lembrou o governador destacando também a importância social do novo aeroporto. "Essa obra não seria completa se não beneficiasse diretamente a população aracajuana", completou Déda.

De acordo com o secretário de Estado do Turismo, Elber Batalha, o novo Aeroporto Santa Maria representa o crescimento do turismo em nosso estado. "O turismo cresce a olhos vistos e esperamos um aumento significativo do fluxo de turistas que passam por Sergipe, este investimento do Governo do Estado junto ao Governo Federal para um novo aeroporto demonstra o crescimento da economia sergipana e o complemento de tantos investimentos de infraestrutura turística que o estado tem feito para melhorar e gerar ainda mais renda para Sergipe e para os sergipanos". "O aeroporto Santa Maria vem crescendo de forma substancial nos últimos anos, então para nós é muito importante a construção de um novo terminal que possa prever a demanda que esperamos para esse aeroporto nos próximos vinte anos. Esperamos que por volta de 2030 tenhamos uma demanda de quatro milhões de passageiros por ano", disse o Presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gustavo Matos do Vale.

Para o Presidente da Emsetur, Paulo Henrique Sobral, a ampliação do aeroporto será um grande marco para o turismo em Sergipe. "Trata-se de um aeroporto completamente novo e essa ampliação será um marco para o turismo no estado, com o novo aeroporto atenderemos melhor o turista que aqui chega e também aos sergipanos que fazem suas viagens de lazer ou a trabalho", explicou.

"Eu vejo o dia de hoje como um sonho completamente realizado e que demonstra o compromisso do Governo de Sergipe junto ao turismo sergipano, a ampliação do aeroporto era um objetivo que hoje vimos ser concretizado e que significa uma melhor estrutura para o turismo sergipano", disse o deputado federal Valadares Filho, que também é vice-presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados.

Nova Estrutura

O termo de cooperação prevê que a Infraero construa um novo Terminal de Passageiros (TPS), equipado com pontes de embarque e desembarque, pátio de aeronaves, estacionamento de veículos, sistema viário interno, Central de Utilidades e Centro de Manutenção, obras de infraestutura básica e urbanização de áreas secundárias e de exploração comercial do Aeroporto. Já o Governo do Estado irá implantar a modificar o sistema viário no entorno do Aeroporto, além de finalizar os projetos básicos e a elaboração dos projetos executivos de engenharia. O investimento total previsto no Termo é de R$ 363.790.143,89, sendo R$ 62.401.042,89 pelo Governo de Sergipe e R$ 301.389.101,00, por conta da Infraero.

A pista atual possui 2.200 m de comprimento e 45 m de largura. Com a ampliação e reforço, passará a ter 2.785 m de comprimento, além de duas RESAs (áreas de segurança no fim da pista). A nova configuração dotará o Aeroporto de condições de receber uma maior variedade de tipos de aeronaves, possibilitando a aterrissagem e decolagem de voos intercontinentais, incentivando o desenvolvimento econômico do Estado.

Já o Terminal de Passageiros atual possui aproximadamente 10 mil m2, enquanto o novo possuirá 36 mil m2. Terá ambiente climatizado, estacionamento para mais de 1.000 veículos e quatro pontes de embarque. O Pátio de Aeronaves terá capacidade para oito aeronaves do porte do Airbus 320 ou Boeing 737-800 (hoje são 04 vagas para Airbus/737). Com a nova configuração, poderá receber até uma aeronave de grande porte, tipo Boeing 747.

Fonte: TurismoSergipe - Fotos: Victor Ribeiro/ASN

banner3 de 300

Email


O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Redes Sociais

Inscreva-se NewsLetter